segunda-feira, 27 de julho de 2009

Ressurgindo pelas palavras

(Raquel Pereira)

Deixo meus versos, se um dia eu for embora,
a carne fria se vai, mas voltarei a cada vez que alguém me relembrar,
por meio dos versos que escrevi.
Voltarei a vida pela lembrança de quem minhas más traçadas linhas suscitar.

Um comentário:

Ana disse...

É, nossas palavras sempre nos fará presentes.

Beijos.