sexta-feira, 13 de março de 2009

Inigualável

(Raquel Pereira)

Pensei em folhas que o vento levou,
folhas e mais folhas que nem me recordo.
Percebi que entre elas estava aquela,
aquela que sempre foi muito especial.
Era verde, mais um verde inigualável,
que sobressaia sobre as demais.
Resgatei-a para junto de mim,
pois essa é preciosa demais para que o vento
a carregue para longe.

4 comentários:

Carla disse...

Bem vinda ao mundo dos blogs!
Com paciência e tempo, você vai arrumando o lay out e descobrindo o quanto é bom fazer amigos e encontrar outros blogs!
Bjo.

Pry. disse...

Bem forte seus poemas ein, vai que vai que voce chega la meu, escreve bem, agora se fosse eu, ixi HFAISUHFSADUI coitado da lingua portuguesa ia sofrer nas minhas maos 8)

So deixo falar, os posts estao fora do padrao com o layout, so pra teavisar nao sei se ai fica normal mas aqui ta fora (y)

;* e sucesso com o blog!

Anynha ^^) disse...

Folhas são como momnetos bons..Estão verdes em nossas memorias poirém na relalidade elas nunca estão da msma maneira...

Ana Gabi disse...

É próprio do ser humano proteger aquilo que é especial. Eu sei porque passo por isso, hehe!

Suas poesias são lindas, viu?
Eu sou formada em letras mas não escrevo nada de poesias, acredita?

:)