sábado, 31 de outubro de 2009

Espera


(Raquel Pereira)





A espera é uma flor que vai aos poucos transformando-se. Não se colhe uma flor sem que ela esteja pronta a ser colhida.
  A espera é um processo de maturação dos planos que ainda não podem ser colocados em prática.     
 Algumas vezes não compreendemos, ou melhor, quase nunca entendemos a espera como algo positivo, queremos e queremos, somos cercados por urgências.
 Esperar significa não só amadurecimento do projeto, mais sim, o amadurecimento daquele que um dia o receberá.
 A pressa nos faz cometer erros, assumir riscos que ainda não podem ser bem conduzidos. Eis a razão de tantas frustrações, tantos desamparos e tantas dores imaturas.
 A pressa nos dá o que ainda não estamos preparados à suportar.

Tudo acontece em um determinado tempo, não há o que forçar, porém, não quer dizer que devemos ficar imóveis, não! Devemos nos preparar para receber as novas que estão para chegar.

 

.
 

Nenhum comentário: